Home Tech Requisitos de Sistema – Battlefield 1 (PARTE 3)

Requisitos de Sistema – Battlefield 1 (PARTE 3)

227
0
SHARE

Hello Guys,

Dando continuidade a nossa jornada técnica, hoje tenho um novo assunto para tratar com vocês.

Olha a velha e boa pergunta aew: “Será que meu computador está pronto para receber o jogo mais pesado em termos de performance em cores, memória e vídeo da serie Battlefield?” lol!!! Tá liso? Sem grana? Então se esforça pois BF1 não é para qualquer um. :(. Vale a pena todo o R$ investido, pode confiar.

Hoje vou falar de mais um assunto importante para o mundo técnico dos Games: Melhores Discos para utilização de um PC/Notebook Gamer. E para iniciar esse bate papo eu não poderia deixar de perguntar a vocês o seguinte: Você sabe o que é um Disco SSD? Você sabe o que é IOPs? Imagino que nem todos. Vamos trocar essa ideia.

O SSD (Solid State Drive ou Discos de Estado Sólido) é um dos melhores upgrades que você pode fazer em seu Desktop/Notebooks Gamer. Além de substituir o HD na tarefa de armazenagem de arquivos, ele traz mais velocidade à máquina, diminuindo o tempo de inicialização do sistema operacional e demais programas.

Um SSD agora é um componente essencial de um PC de jogos moderno. Com seu sistema operacional e aplicativos armazenados em um SSD, o Windows irá arrancar mais rápido do que você possa imaginar. Aplicações serão executadas em segundos. Todo o sistema será mais ágil.

Velocidades de transferência sequencial

Sempre que você ler sobre um SSD, ou olha para uma análise, a primeira figura que você verá geralmente é uma taxa de transferência agarrada na manchete. Velocidades de leitura e escrita até em torno de 500MB/s, ou ainda mais rápido no caso de um SSD PCI-Express. Estes números sempre parecem realmente impressionantes. Isto vai certamente estar se referindo a taxas de transferência de arquivo seqüencial, o que significa a velocidade que um dispositivo de armazenamento pode ler ou gravar um arquivo se todos os blocos são dispostos um após o outro.
No mundo real, a maioria dos aplicativos de software lidam com grandes e pequenos arquivos, embora às vezes, um programa pode estar esperando entrada antes de exercer, então você nunca estará recebendo a velocidade máxima seqüencial do seu SSD o tempo todo. Você pode ver estas velocidades ao gravar um arquivo de filme grande (como 10GB), mas as coisas vão ser muito mais lentas ao copiar uma pasta cheia de 10.000 imagens jpeg, ou documentos HTML. Estes arquivos menores podem ser espalhados por todo o disco e serão mais lentos transferir.
No caso de um disco rígido, isso implica em passar a posição correta na travessa da cabeça do disco, que adiciona um longo atraso. SSDs são muito mais rápidos ao fazer isso, que é de onde vem a verdadeira melhoria na resposta global. Para complicar ainda mais as coisas, alguns SSDs manipulam dados descompactados muito mais rápidos do que os dados compactados. Especificamente, tem havido uma grande diferença no desempenho com estes dois tipos de dados com SSDs que usam antigos controladores SandForce. Se houver uma diferença, as velocidades mais rápidas quando se lida com dados descompactados são aqueles que são citados. Portanto, embora mais rápidas velocidades sequenciais são sempre melhores de ver, é melhor não julgar um SSD sobre estes números sozinhos, já que você não irá usar esses dados o tempo todo.

IOPS

IOPS é outro termo que é usado frequentemente em relação ao desempenho dos produtos de armazenamento, geralmente citado com especificações de SSD, mas sua aplicação direta para uso no mundo real não é simples. Simplificando, o IOPS significa operações de entrada / saída por segundo. Quanto mais um dispositivo pode lidar, mais rápido ele é. Exceto, nem todas as operações de IO são as mesmas. Leitura de um arquivo de texto pequeno de 512 bytes, não é a mesma coisa que escrever um bloco de 256KB de um filme de 10GB.
Muito esforço entra em IOPS na medição para os padrões que simulam os bancos de dados, servidores web, servidores de arquivos e assim por diante. Para jogos, realmente depende da aplicação, desde que nenhum dos jogos serão idênticos. Alguns podem envolver enormes texturas sendo carregadas do disco, enquanto outros podem ser estruturados de forma diferente. Embora a figura de IOPS QD32 4K seja relevante, é melhor pensar como um indicador de desempenho do SSD em vez de uma referência definitiva, comparável para o desempenho geral.

Vamos para a prática. Abaixo deixo algumas informações importantes sobre tipos de SSDs. Confere aí:

SSD Corsair Force LE de 120 GB

SSD de 120 Gb da Corsair (Foto: Divulgação/Corsair)

O primeiro SSD que listo é este da Corsair de 120 GB, modelo CSSD-F120GBLEB. Ele é indicado caso você queira utilizar um HD e um SSD juntos, usando o segundo para a instalação do sistema operacional e dos programas.

Ele possui taxa de leitura de 550 MB/s e de escrita de 500 MB/s. O dispositivo pode ser instalado em baias de 2,5 polegadas e utiliza a interface SATA III, que possui taxa de transferência de 6 Gbps. Além disso, ele possui resistência a choques e pancadas. O seu preço gira em torno de R$ 230 a R$ 270.

SanDisk SSD Plus de 240 GB

Modelo Plus dos SSDs da SanDisk (Foto: Divulgação/SanDisk)

Este SSD da SanDisk possui 240 GB de armazenamento e é até 20 vezes mais rápido do que uma unidade de disco rígido comum. A sua velocidade de leitura sequencial é de 535 MB/s, isso garante que o seu computador vai inicializar mais rápido e abrir os programas em pouco tempo.
Já a velocidade de gravação é de 450 MB/s, o que também é bastante alto se comparado a um HD. Ele é também resistente à choques e vibrações, pois não possui partes móveis. O cache SLC utilizado neste SSD aumenta o desempenho na hora de gravar os dados nos chips de memória Flash. Seu preço em lojas do varejo é de R$ 354,00.

SSD Intel 540s Series de 240 GB

A Intel também faz ótimos SSDs (Foto: Divulgação/Intel)

O SSD da Intel de modelo SSDSC2KW240H6X1 possui 240 GB de armazenamento e pode ser usado até como dispositivo de armazenamento principal, dispensando totalmente o uso de um HD. Ele pode ser instalado em baias de 2,5 polegadas e se liga à placa-mãe através da interface SATA III.
Sua taxa de leitura sequencial é de 560 MB/s e de escrita sequencial é de até 480 MB/s. Um diferencial deste SSD é que seu corpo é em alumínio. Seu preço médio está entre R$ 480 e R$ 565.

Kingston HyperX Savage de 240 GB

A HyperX é a linha mais avançada da Kingston (Foto: Divulgação/Kingston)

Este é um SSD da linha mais avançada da Kingston, a HyperX. Neste caso, o modelo SHSS3B7A possui 240 GB de armazenamento e, assim como os demais SSDs, é instalado numa baia de 2,5 polegadas. Ele se conecta à porta SATA III e também é compatível com SATA II. O dispositivo possui uma taxa de leitura de 560 MB/s e 530 MB/s para escrita de dados. O seu preço está em torno de R$ 600 a R$ 705.

Kingston SSDNow UV400 de 480 GB

Este é o SSD para quem deseja bastante espaço de armazenamento (Foto: Divulgação/Kingston)

Este SSD da Kingston possui uma controladora Marvell de quatro canais, que melhora ainda mais a velocidade do dispositivo. Segundo a fabricante, ele é dez vezes mais rápido que um HD de 7200 RPM. Ele pode ser instalado em baias de 2,5” e utiliza a interface Sata III, atingindo uma taxa de 6 Gb/s.

A taxa de leitura é de 550 MB/s e de escrita de 490 MB/s. Além disso, ele vem com um kit para fácil instalação. O seu preço nas principais lojas é de R$ 627,00.

Vamos que vamos galera. Logo estarei trazendo novidades.

[]s